Press "Enter" to skip to content

Um pai carpinteiro

véio góis

 

Lembro bem daquele dia

Tinha um cerrote na mão

Sempre mantendo a cadência

Assim meu pai me dizia:

Meu filho, para serrar

Precisa mais jeito que força

Pega bem firme no cabo

É só puxar e voltar

Como Jesus, eu tive um pai carpinteiro

Com ele aprendi a serrar e pregar

Eu tive um pai carpinteiro

Como Jesus, eu tive um pai carpinteiro

E bem cedo aprendi a trabalhar…

Eu tive um pai carpinteiro

Lembro bem daquele dia

Tinha um martelo na mão

Sempre mantendo a cadência

Assim meu pai me dizia:

Meu filho, para pregar

Precisa mais jeito que força

Pega bem firme no cabo

É só mirar e bater

Como Jesus, eu tive um pai carpinteiro

Com ele aprendi a serrar e pregar

Eu tive um pai carpinteiro

Como Jesus, eu tive um pai carpinteiro

E bem cedo aprendi a trabalhar…

Eu tive um pai carpinteiro

Assim também é a vida

Com nossos sonhos na mão

Sempre mantendo a cadência

Sem perder a direção

Pois para sobreviver

Precisa mais jeito que força

Sem desviar o caminho

Sem esquecer os conselhos

Como Jesus, eu tive um pai carpinteiro

Com ele aprendi a serrar e pregar

Eu tive um pai carpinteiro

Como Jesus, eu tive um pai carpinteiro

E bem cedo aprendi a trabalhar…

Eu tive um pai carpinteiro

(Márcio Roberto Goes)

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *