Press "Enter" to skip to content

Tesoura neles

Segundo o Dicionário Aurélio digital, a palavra tesoura pode ter inúmeros significados:
Pode se tratar de uma “peça longitudinal, de madeira ou de ferro, nos jogos dianteiros dos carros de quatro rodas”, o que parece meio vago para a minha pobre inteligência de um cérebro mortal, pois, no Brasil, bem sabemos que todos os carros têm quatro rodas, pelo menos na regra geral, em se tratando de automóveis.
Sob outra ótica, tesoura pode ser o “cruzamento das rédeas com que os cocheiros dirigem uma parelha de tiro”: também parece meio complicado para um encéfalo que não se preocupa com estes pequenos e importantes detalhes da vida cotidiana.
Esta palavrinha medíocre pode significar também “cada um dos barrotes de madeira presos obliquamente aos jazentes, para os segurarem na carreira de construção”… Opa!… Começaram clarear minhas idéias, pois sou filho de carpinteiro e alguma coisa eu entendo destes conceitos de construção, pelo menos consigo me virar nas reformas do dia-a-dia. O mesmo posso dizer deste outro conceito: “Conjunto de peças de madeira ou de ferro, que sustenta a cobertura de um edifício”… Vejo que valeu a pena ouvir alguns conselhos e instruções de meu finado pai… Nada é por acaso!
Seguindo nossa utilíssima pesquisa morfológica no Aurélio, invadimos a zoologia para dizer que a palavra tesoura tem o seguinte significado: “Ave passeriforme, tiranídea (Muscivora tyrannus), de coloração geral cinzento-clara, alto da cabeça preto, meio do vértice amarelo, asas e uropígio pardo-escuros, cauda preta e retrizes exteriores marginadas de branco na parte basal”… Meu Deus!… Com tanta riqueza de detalhes, chego a suspeitar que esta ave tenha sido batizada por José de Alencar em um de seus romances clássicos.
Não podemos deixar de citar o lado cultural, esportivo e histórico da tesoura: “Golpe desequilibrante em que o capoeirista salta com uma perna atrás do joelho do adversário e a outra no seu abdome, com o objetivo de derrubá-lo”.


E assim, poderíamos elencar tantos outros significados para esta palavrinha, que por vezes parece insignificante para nossas vidas, mas o sentido mais conhecido dado para a tesoura na Língua Portuguesa é: “Instrumento cortante, constituído por duas lâminas reunidas por um eixo, sobre o qual se movem, abrindo em cruz” que serve para cortar… A verdade é que o ser humano moderno não vive sem tesoura, mas há algum tempo venho notando o crescente uso deste pequeno objeto para uma nova finalidade: “Substituta de maçaneta”. Meus amados e diletos alunos, como todo brasileiro, encontraram um jeitinho para driblar a situação caótica em que se encontra a maioria das portas da nossa escola. Devido ao vento encanado e ao vandalismo, dificilmente encontramos um trinco inteiro, por isso, este pequeno objeto chamado de tesoura, está sendo promovido a “trinco mestre”, pois só ela é capaz de girar o buraquinho quadrado destinado à penetração da maçaneta na porta de um lado para outro a fim de abri-la.
Pois é!… As coisas são mais simples do que parecem, quem complica são as autoridades, cheias de teorias e mais teorias, que raramente saem do papel, sobre a escola perfeita. Enquanto isso, os alunos mostram-se maravilhosamente sábios, buscando, do seu jeito, soluções para problemas básicos que não são resolvidos pelas teorias vindas de cima…
Tesoura: um instrumento que abre muitas portas, inclusive a do conhecimento filosófico da educação pública.
Márcio Roberto Goes

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *