Press "Enter" to skip to content

Para que serve um amigo

Um amigo serve para nos fazer companhia, do contrário, sentimos falta de alguém com um ombro generoso para chorar, ou um sorriso para compartilhar… Está sempre presente nas horas certas e nas incertas também… É um irmão de pais diferentes, alguém que faria até mesmo aquilo que a família se  negaria… Um amigo é, como diz a canção, um “bem maior”… Infeliz comparação, já que não se trata de um bem material e sim de alguém que nos eleva a alma e nos faz conhecer o amor fraterno: do Latim, frather quer dizer irmão, portanto, um amigo é, de fato um irmão enrustido que nos foi enviado para completar nossas famílias tão imperfeitas na vida terrena…
Um amigo serve para rir, chorar conosco e por nós. Nos acompanha nas conveniências e nas inconveniências também, nos acertos e erros… Nos ajuda a acertar. Nos ajuda a errar. Nos ajuda a corrigir… Ou não… De qualquer forma, está ali, discreto ou indiscreto, ativo, ou inativo, concreto, ou abstrato, masculino, feminino, coletivo e tantas outras flexões do substantivo e do adjetivo. Aliás, adjetivo é o que não falta para descrever um grande amigo… E os pequenos também… Mas, com amor… amor de amigo, o pequeno se torna grande, o feio é bonito, o desagradável nos agrada, a tristeza nos faz rir e, às vezes, o riso nos faz chorar e choramos juntos, rimos juntos…
Um amigo real, quando recebe sua visita e só tem um prato de comida, lhe oferece a metade, pois as amizades verdadeiras dividem o que têm para que se multiplique o sentimento sem se preocupar com a falta que, eventualmente, isso fará futuramente… Com ele, meia fatia de pão é sua, meia bolacha é sua, metade da vida dele é sua e metade de sua vida é dele… E assim,  a amizade nos completa. Só nos tornamos seres humanos plenos porque temos os amigos…
Os amigos se conhecem quase que na totalidade, o bastante para saber as fraquezas e fortalezas um do outro. Uma faca de dois gumes, pois se alguém resolve dissolver a amizade, tem subsídios o suficiente para transformar o amigo em inimigo e vencê-lo… Mas as amizades verdadeiras não se dissolvem facilmente, aliás, jamais se dissolvem, pois são edificadas sobre a rocha e as tempestades da vida não têm poder para derrubá-las.
Por conta do conhecimento mútuo, os amigos se respeitam, conhecem seus limites e sabem que juntos são mais, podem mais, sabem mais, fazem mais… A amizade verdadeira nos dá forças, asas e pernas para prosseguir o caminho tortuoso da vida, tomar novos rumos, voar novos voos, experimentar novas situações e dar sentido às antigas…
Um amigo encara você quando o resto do mundo lhe dá as costas, o ajuda a subir quando o mundo lhe pisa, o acalma quando o resto do planeta resolve testar sua paciência com situações altamente estressantes, confia em você quando os demais seres humanos desconfiam, substitui a família quando ela resolve negar a plenitude que lhe cabe, estipular valor material às coisas morais e à própria vida…
Um amigo, enfim serve para amá-lo quando o resto do mundo o odeia…

 

Márcio Roberto Goes
www.cacador.net
www.portalcacador.com.br
Jornal Folha da Cidade

One Comment

  1. Bruna Bialeski
    Bruna Bialeski 3 de outubro de 2011

    Tenho tentos colegas até companheiros eu diria, porém aqueles amigos que estarão sempre com você, sei que são poucos, mas que valem por toda uma vida. Cada sorriso compartilhado, cada abraço que dou e recebo é o melhor que pude sentir, porque é de verdade é de coração. Conheci pessoas incríveis que sei que jamais irei esquecer, sabe aqueles amigos que mentiriam por você se fosse realmente necessário, aqueles que ficariam devendo para que você não deva há ninguém. Esses amigos conheci no Wandão, que tanto amo, amigos como César, Daniel, Denise, Anderval, Anderson e por fim o mais importante Márcio.
    Essas pessoas jamais serão apagadas de minha memória e muito menos do meu coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *