Press "Enter" to skip to content

Lutar pelos nossos direitos

prriEm meio ao mundo em que vivemos, ainda enfrentamos muitos desafios em todos os setores da vida, mas o mais importante é saber enfrentar os desafios de cabeça erguida.
 Eu estava junto a um grupo de amigos, quando a gente começou a questionar e dar as nossas opiniões sobre os últimos fatos acontecidos na escola… Foi aí que tivemos a idéia de mobilizar o maior número possível de professores, alunos e pais para que fizéssemos um protesto reivindicando mais segurança na escola, já que nos sentíamos todos inseguros. Nos reunimos com professores e demais alunos e resolvemos que deveríamos tomar providências rápidas, pois a direção da escola já tinha enviado vários ofícios e a parte administrativa havia participado de diversas reuniões, porém nada tinha sido resolvido.
 Combinamos, então que estaríamos presentes na escola, na segunda-feira (17/11/2008) para pedir que as autoridades tomassem alguma providência na questão da segurança, pois recebíamos ameaças freqüentes e já não tínhamos tranqüilidade para estudar em paz…
 O grande dia chegou, todos estavam lá: alunos, professores, pais unidos pela mesma causa. Logo fomos surpreendidos por diversos meios de comunicação, imprensa falada e escrita, inclusive com transmissão ao vivo pela rádio… Finalmente conseguimos falar tudo o que estava engasgado já há muito tempo.

Tivemos resposta imediata da Gerência de Educação e da Guarda Municipal e hoje, já temos profissionais trabalhando na escola para garantir a integridade física dos alunos, professores e demais funcionários.
 Acho que devemos tomar conhecimento de nossos direitos e lutar por eles, seja na escola, no trabalho, ou nos órgãos públicos. Aos poucos, conseguiremos conquistar uma escola melhor, daqui a pouco um bairro melhor e quem sabe um dia, um país e um mundo melhor.

 

 

Priscila Schikorski Azeredo
Escola Estadual de Educação Básica Wanda Krieger Gomes
Caçador – SC
3º ano 03 – Noturno
Ensino médio

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *