Aperte "Enter" para pular para o conteúdo

BURAQUINHO DE RUA


PUBLICADO EM: 15/12/2005
JORNAL INFORME

Era uma vez, um buraquinho de rua, um filhote de Buracossaulo Rex que aguardava sua vez às margens de uma estrada “quase” pavimentada em um dos maravilhosos, pacatos e esquecidos bairros da cidade… Lá, de seu lugar, ele sonhava em ser adulto, seguir os passos de seu pai e vingar sua mãe morta numa operação tapa-burascos: ela não resistiu, como a maioria dos Buracossaulos resiste, mas foi substituída por outro muito maior.

Este filhote cresceu, alimentou sonhos maravilhosos e quase impossíveis de formar uma família unida e partirem juntos para a estrada a fim de lutar pela sobrevivência. Porém, sua cabeça rebelde de adolescente resolveu que deveria aventurar-se no centro da cidade. Lá, sentiu-se realizado, teve oportunidade de crescer, ficou viçoso, encontrou outros da mesma espécie e sobreviveu ainda muito tempo… Destruiu muitos pneus e suspensões, causou muitos tombos e sustos nos pedestres, mas chegou o destemido e arrogante Tapa-buracos, vilão que só ataca no centro, e sem dó nem piedade destruiu nosso protagonista, humilhando-o e deixando-o abaixo do solo.
Porém, um Buracossaulo Rex genuíno que se preze não desiste tão fácil… Juntou as forças que ainda lhe restavam e ressurgiu das cinzas. Acabado, diminuído e sem perspectivas volta a seu querido bairro de origem, onde o Tapa-buracos dificilmente ataca, só quando acredita que seus atos vão ter grande repercussão.
Lá no bairro, reencontra seus amigos que em pouco tempo tornaram-se enormes, alguns na estrada, outros ainda à espera de um lugarzinho, já que as ruas estão lotadas… Conta-lhes dos perigos e da ilusão de uma vida melhor no centro da cidade. Procura um lugarzinho e encontra (sempre cabe mais um buraco nos bairros de Caçador). Lá, finalmente, ele é feliz, continua quebrando carros, derrubando e assustando pedestres, fazendo os ônibus coletivos quase engatinharem, ouvindo reclamações que soam como música a seus ouvidos… Em dia de chuva, ele fica camuflado com sua amiga enxurrada causando maior emoção e surpresa.
Redescobre a vida suburbana, tem tudo o que sonhou em seu próprio lar e espera ter vida longa… Se depender do Tapa-buracos o Buracossaulo Rex terá vida muito longa mesmo, pois nosso vilão urbano ainda não percebeu que suas melhores e maiores presas estão nos bairros.

Márcio Roberto Goes

Seja o/a primeiro/a a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *