Press "Enter" to skip to content

Mês: outubro 2010

Palavra do bispo diocesano

 

 

O Papa e a política

Já havia lido o discurso do Papa Bento XVI, aos Bispos do Maranhão, em visita ad limina apostolorum. Muito interessante o discurso do Papa. Ele não pode deixar de cumprir sua missão de Pastor Universal, exortando o Povo de Deus, especialmente no que diz respeito à defesa da VIDA.

O Santo Padre foi muito oportuno e feliz nas suas colocações, porque o Estado Brasileiro é laico, mas seu povo é religioso, e isto precisa ser respeitado. Quando digo que o povo é religioso é porque está disposto a fazer a Vontade de Deus e não somente dizer: Senhor, Senhor…, como às vezes se pretende, de maneira especial dentro da própria Igreja. Existem facções sociais, políticas e religiosas especializadas em fazer lavagem cerebral, deixando as pessoas sem convicções, mas com obsessões, e com a consciência invencivelmente errônea. Ficam semelhantes aos grãos de pipoca que levados ao fogo não estouram, e com mais fogo, mais duros ficam. Tornam-se donas da “verdade”. Estão até manipulando o texto do Papa, para justificar a sede do poder. (cf. http://www.releituras.com/rubemalves_pipoca.asp)

É a Vontade de Deus que nos salva e não a nossa, e sobre isto precisamos sempre nos exortar mutuamente, como diz o Apóstolo São Paulo. Portanto, que nossa fé seja sempre vivificada pela mútua exortação. Pode ocorrer de nos esquecermos que somos todos peregrinos caminhando para a Casa do Pai, e quando lá chegarmos, poderemos ouvir de Jesus o seguinte: “Afastai-vos de mim, vos que praticastes a injustiça, a maldade” (Lc13,27). Creio que ninguém vai querer ouvir isto naquela hora. Seu passaporte está em dia? Pode ter certeza de que a eternidade existe… Assim, busquemos alimentar nossa fé, sem esquecer, como diz o Papa, que ela deve implicar na política. A fé sem obras é morta, diz a Escritura Sagrada. E uma das obras que deve provir da fé, é o nosso voto consciente em pessoas que vão governar para o bem comum, respeitando a vida em todas as suas etapas e dimensões.

No mesmo dia em que li o discurso do Papa, assistindo ao telejornal, à noite, escutei o pronunciamento da candidata e do candidato à presidência do Brasil a respeito do discurso do Papa. Ambos concordaram com as Palavras do Papa, dizendo que é missão dele exortar para uma vida coerente com os valores da fé e da moral, e que as palavras do Papa valem para todas as pessoas de fé, no mundo inteiro.

O Papa falou, também, que o voto deve estar a serviço da construção de uma sociedade justa e fraterna, defensora vida.

Como Bispo da Igreja Católica, e como cidadão brasileiro, fico feliz por saber que nosso Presidente tem defendido a vida, e sempre se pronunciou contra o aborto. Nesses últimos anos o Brasil tem crescido e melhorado em todos os aspectos, de maneira especial no respeito à vida e a valorização da dignidade humana. Esta é a Vontade de Deus! E as pessoas, em plena posse de suas faculdades mentais, vão reconhecer esta verdade.

Nosso país está em pleno desenvolvimento e assim queremos continuar e, depois de 500 anos, nosso povo quer eleger, pela primeira vez, uma mulher que tem compromisso com a vida e provou isso com sua própria vida. Como? Ela não fugiu para o exterior durante a ditadura, mas a enfrentou com garra e, por isso, foi presa e torturada. Ela queria um país livre, e que todas as pessoas pudessem viver sem medo de serem felizes, vencendo a mentira e o ódio com a verdade e o amor, servindo aos ideais de liberdade e justiça, com sua própria vida. Disse Jesus: “Ninguém tem maior amor do aquele que dá a própria vida pelos irmãos” (Jo 15,13).

Obrigado Santo Padre por suas sábias palavras! A Dilma é a resposta para as nossas inquietações a respeito da vida. Quem sofreu nos porões da ditadura, não mata. Mas teve gente que matou a vida no seu ventre para fugir da ditadura, e portanto não deveria se comportar como os fariseus, que jogam pedras, sabendo-se pecadores. E Jesus disse: “Quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la, e quem entregar sua vida por causa de mim, vai salvá-la”(Mt 10,39)

Vamos fazer o nosso Brasil avançar ainda mais, com Dilma, que já provou ser coerente, competente e comprometida com a VIDA. O dragão devastador não pode voltar ao poder.

Deus abençoe os leitores e eleitores, governos e governados. Saúde e paz a todos (as)!

Tudo o que você me desejar, eu lhe desejo cem vezes mais. Obrigado.

Caçador, 28 de outubro de 2010

Dom Luiz Carlos Eccel

Bispo Diocesano de Caçador

Leave a Comment

Meios de comunicação e juventude

 

No último final de semana de outubro, comemora-se o dia nacional da juventude, este ano coincide com o segundo turno das eleições presidenciais e testemunhamos, a cada dia, o crescimento da importância dada por nós aos meios de comunicação e à mídia, tanto na campanha que, a bem da verdade, só tem envergonhado nossos olhos e ouvidos, quanto na vida dos jovens contemporâneos…

 

A todo momento e em todo lugar, sempre tem alguém usufruindo das vantagens e desvantagens dos meios de comunicação… Alguns aspectos nos edificam, outros ajudam a nos destruir moral e culturalmente.

 

A qualquer hora do dia ou da noite é possível comunicar-se com qualquer ser humano, nos lugares mais longínquos mandando e recebendo mensagens SMS, ou pelo leptop, ou ainda por qualquer computador que esteja conectado a Internet, que é a maior criação humana de todos os tempos no que tange a comunicação.

 

Também a qualquer momento, é possível receber o mundo em nossa casa e em breve, poderemos interagir com ele, através do rádio e da televisão, que também evoluem numa velocidade exorbitante…

 

Qual é o papel, afinal, destes meios de comunicação em nossas vidas?… São eles nossos amigos, ou inimigos?…

 

A telefonia móvel que revolucionou as telecomunicações tem sido usada pra inúmeras funções muito além de sua essência… São elas todas úteis?

 

A Rede mundial de computadores pode ser acessível e simples, mas tem se contaminado cada vez mais com vírus virtuais e morais que destroem não só o computador, mas o cérebro, os valores e a dignidade de seu usuário.

 

A TV, hoje é nossa companheira de todas as horas, uma caixinha preta que nos permite economizar cérebro e ocupa um lugar privilegiado na sala: um membro da família… Aliás, que papel tem a família nesta relação?…

 

Esta interação do ser humano com os avanços tecnológicos tem ajudado a humanidade a evoluir de forma velocíssima, principalmente nos contrastes: Enquanto muitos estão despreocupadamente conectados, outros tantos são desumanamente isolados, vivendo ás margens do sistema de forma discriminatória, e por sua vez, desigual, sem ter acesso sequer à alfabetização: pré-requisito para a comunicação (quase) perfeita.

 

Diante de tantos contrastes, qual é nosso papel, como jovens à mercê dos meios de comunicação?… Qual é nosso compromisso diante destas desigualdades?…

 

A juventude é a mola propulsora do mundo, está em nossas mãos as condições necessárias para a redução destas diferenças. Cabe a nós a importante decisão de abraçar, ou não, esta causa…

 

Está em nossas mãos, jovens contemporâneos, a luta pela moralização e a socialização completa da mídia, à luz do Evangelho e contemplando os verdadeiros valores cristãos, a fim de que ela contribua para a verdadeira evolução da humanidade que a criou e a consagrou.

 

Márcio Roberto Goes

www.marciogoes.com.br

Leave a Comment

A lenda do corpo do porco

 

Para um escriba que teima em ser cronista, não existe fato que possa passar desapercebido… Dia desses, conversava com uma colega professora de uma cidade próxima e não pude me furtar da obrigação de escrever seus relatos.

Certo dia, na estrada de acesso à referida cidade transitava uma kombi cujo motorista parecia demasiado distraído, provavelmente já cansado da viagem e louco para chegar em seu doce lar. Ocorre que um pobre e miserável porco fazia uma tentativa de travessia na rodovia, pois o outro lado parecia melhor… Sei lá, quem sabe o pobre suíno só estava tentando fugir do abate cruel e inevitável para matar a fome de algum ser humano carnívoro e engordar o bolso de outro ser humano “dinheirívono”… Mas a fuga foi frustrada, a kombi quase desgovernada não pôde evitar a colisão e quando um ser de carne e osso se choca com outro ser de material reciclável de quatro rodas a mais de oitenta por hora, a morte do primeiro é certa…

Pobre animalzinho! Agora não passava de um corpo agonizante na beira da estrada, esquecido, abandonado, cheio de hematomas, quem sabe alguns ossos quebrados, a respiração pesada, forçada, o corpo já não respondia aos estímulos do cérebro… Porém, seu destino seria melhor que a panela, ou o espeto…

Um casal de namorados, então passa pela mesma estrada de moto, ele guiando, ela na garupa, agarradinha a seu amado, querendo que o tempo parasse para aproveitar melhor o momento… Ele olha para o lado, ela também, ele vê um porco agonizando, ela também, ele para a moto, ambos se olham e parecem ter a mesma ideia… “Teremos porco no jantar!”…

Juntaram o suíno candidato a defunto e o colocaram na moto… Ele guiando, o suíno agonizando, quase inerte, no meio dos pombinhos apaixonados, ela agarrada ao porco… Seguem viagem, na medida do possível tranquila, já que não é possível um namoro confortável se estiverem com um suíno quase morto os separando em cima de uma moto…

De repente, o que parecia impossível acontece: O pobre porco acidentado, já com um pé na feijoada, ressuscita, volta das cinzas e move-se bruscamente… Nunca passei por isso, mas deve ser muito assustador voltar a vida em cima de uma moto, no meio de um casal apaixonado e faminto… Não deu outra, a ressurreição do porquinho causou um desequilíbrio total na vida daqueles namorados e os três não resistiram a lei da gravidade, caindo da moto… Por incrível que pareça, quem ficou com menos sequelas foi a vítima do primeiro acidente, que saiu correndo mata adentro os demais, apaixonados e agora quebrados, com uma moto totalmente danificada, precisaram ser encaminhados ao hospital… Ainda bem que existe SUS para seres humanos, ao contrário do animalzinho que nunca mais foi visto por aquelas bandas…

Testemunhas dizem que, em noites de lua cheia, um suíno surge do meio do mato fechado para atacar qualquer moto que se aproxima daquela região, principalmente quando esta segue uma kombi… Portanto, muito cuidado ao pensar em recolher um corpo suíno na beira da estrada para levá-lo para a panela… Você pode se surpreender com um possível ressurgimento da porcaria inerte que te acompanha no veículo de duas rodas, fazendo-o perder para sempre o equilíbrio…

Márcio Roberto Goes

www.marciogoes.com.br

www.cacador.net

www.portalcacador.com.br

Jornal Informe – O diário Regional

Leave a Comment

Sujeira eleitoral

 

Nasci no regime militar. Sou do tempo em que o SBT passava a semana do presidente no programa Silvio Santos, idolatrando o Figueiredo, cresci vendo a redemocratização do país até que em 1989 presencio a primeira eleição direta para presidente depois de vinte e quatro anos de ditadura cruel… Apesar de ainda não votar, acompanhava atentamente a política e já tinha um posicionamento definido que me acompanha até hoje. Optei pelo socialismo, por acreditar que é a única forma de se erradicar as injustiças sociais em nosso país. Claro que não precisamos mais partir para a luta armada, hoje é livre a manifestação política e ideológica em nossa nação, porém ainda há muito o que mudar e isso só ocorrerá quando os grandes deixarem os pequenos crescerem… Mas quem tem o osso não larga e não reparte, aí fica difícil realizar uma política realmente popular, onde se escute também a voz dos pequeninos que são responsáveis pela evolução e crescimento do nosso país…

Na verdade, temos liberdade de falar… Só isso!… O que não garante que somos ouvidos… Mas a democracia é o povo no poder!… Teoricamente sim, na prática, porém, é diferente… Continuamos elegendo a corrupção descarada, trocando votos por favores, vendendo nossa dignidade, fechando os olhos para os abusos eleitorais dos poderosos que só têm poder quando dado por nós… Não percebemos os gastos exorbitantes que certos candidatos têm com a campanha, que não chegam nem perto daquilo que vão ganhar durante o mandato… Ou seja, alguém muito rico e poderoso paga para fazer a fama deste vivente que, quando eleito deverá retribuir defendendo os interesses daqueles que injetaram dinheiro na sua campanha e o povo fica com as esmolas…

Infelizmente, muitas práticas ilegais e anti-éticas, parecem normais aos olhos da maioria que as deixam passar, muitas vezes desapercebidas… Tive um posicionamento claro durante o pleito, não tenho nenhum motivo para esconder aquilo que penso e as ideias que defendo, tenho consciência dos meus atos e os meus votos foram muito bem estudados e decididos conscientemente…

Porém, no dia três de outubro, quando saio de minha residência oficial de primavera, me deparo com uma situação desoladora para qualquer cidadão de bem… As ruas forradas de papéis, restos de campanha, santinhos e colinhas sujando, enfeiando e poluindo nossa cidade… Todos, eu disse TODOS os partidos e coligações tinham material jogado nas ruas no dia da votação… Todas as siglas, teoricamente defendem a ética, algumas defendem o cuidado com o meio ambiente, outras lutam pelas causas populares, mas nenhuma delas furtou-se desta prática ilegal e imoral da madrugada das eleições… Uma vergonha para um país que se diz democrático…

Alguém me dizia que isso ajuda os indecisos que, ao passar na rua catam uma colinha daquelas e decidem seu voto… Me parece uma maneira vergonhosa de lavagem cerebral, sem análise, de forma infantil e relapsa. Além do mais, perto de todas as urnas existe uma lista com o nome e o número de todos os candidatos, o que não justifica a porquice da véspera que não tem ética nem consciência ecológica…

Outra pessoa me dizia que “todo mundo faz”, que “é normal”, que “tarari, tarará”… Agora me desiludi de vez… Enquanto nivelarmos a política por baixo, sempre será esta baixaria… O fato das colinhas é só um detalhe, mas um detalhe ilegal, imoral e anti-ético… E bem sabemos que: “Quem é fiel no pouco, será fiel no muito”… Tenho cãibra no cérebro quando penso em quais práticas ilegais acompanharão um candidato desses, se eleito… Hoje, ele e seus assessores sujam, poluem e recheiam as ruas da cidade, amanhã… Bem! Amanhã as cuecas e meias é que estarão recheadas…

Márcio Roberto Goes

www.cacador.net

www.portalcacador.com.br

Jornal Informe – O diário Regional

jornalinformediario.blogspot.com

1 Comment

Procura-se… Urgente!

Esse da foto é Luiz Carlos Goes, meu irmão. Precisamos encontrá-lo com urgência para tratar de assuntos familiares. Desde 2007 que não o vemos. Por favor, quem puder e quiser, repasse esta mensagem. Ou, se tiver qualquer informação sobre ele, mande-me um email. É muito importante para a família localizá-lo.

Desde já, agradeço!

ASS: Márcio Roberto Goes

www.marciogoes.com.br

Leave a Comment