Press "Enter" to skip to content

Mês: fevereiro 2010

Não sou jornalista

Certo dia em que fui a um certo supermercado: destes que têm de tudo, desde xampu até pneu, encontro com um atendente que tenta me vender uma cafeteira… E conseguiu, mas isso não vem ao caso… O que me chamou a atenção foi o papo dele, confundindo minha profissão e minha função por aqui :

“Você ganha bem, é jornalista!”…

1 Comment

As voltas que a escola dá

Como já escrevi incontáveis e incansáveis vezes, a escola é um lugar de troca de experiências, foi lá que vivi, ou dei início às grandes transformações da minha vida e na vida de muitos de meus alunos…

Certa vez, quando ainda trabalhava na escola Irmão Leo, uma aluna procurou-me para desabafar. Dizia que sua mãe estava com câncer, esta doença cruel, desumana e, infelizmente, hereditária que assola a humanidade há séculos e ainda não tem cura, a não ser que seja diagnosticada no início… Ouvi atentamente seu relato. Dizia que ela e seu irmão viviam um pelo outro e ambos para dar conforto aos últimos dias de vida de sua mãe… Estava quase desanimando, não sabia mais o que fazer… Arranjei forças na fé que herdei de minha mãe e proferi as as seguintes palavras que vieram lá do fundo do meu coração:

Leave a Comment

Uma exceção

 João dos Sonhos Azuis transitava despreocupadamente com seu fusquinha da cor de seus sonhos, num bairro qualquer da cidade, destes esquecidos pelo poder público que não tem tempo de atendê-lo, pois tem um parque central para cuidar e estruturar, afinal, no centro é outra vida, não pode ter o mesmo tratamento da periferia, pois ali estão os sangues azuis que “mamam e são mamados”… E os menos abastados, se quiserem usufruir dos benefícios do coração verde da cidade, terão que desembolsar quase duas “verdinhas” e viajarem até o centrão de busão…

2 Comments